50+

50+

Não adianta, conforme a idade chega, pele muda… cabelos mudam… unhas mudam…

A expectativa de vida no Brasil já atinge, em média, 75 anos. Se viver mais já é uma realidade, precisamos viver melhor. Quem não quer se manter o mais parecido possível com a nossa melhor aparência??

O cuidado com pele, cabelos e unhas é muito importante. Afinal, queremos envelhecer da forma mais natural, saudável e jovial possível.

Quanto antes conhecermos mais sobre fatores e condições de promoção de saúde e beleza, maior a possibilidade de planejarmos as próximas fases da nossa vida. Prevenção é a palavra chave!

MANCHAS SENIS

Nas áreas expostas ao sol, como rosto, mãos, colo,  antebraços e pernas.

Leucodermias solares.

São os pontinhos de manchas brancas ou mais claras que a pele normal,  também nas áreas expostas ao sol. Provocadas pela exposição crônica prévia ao sol.

PÚRPURA SENIL

Mancha arroxeada, resulta da maior fragilidade dos pequenos vasos da pele, que aos mínimos traumas são rompidos. Resultado da ação do sol que deixa a pele mais fina.

QUERATOSES SEBORRÉICAS

Lesões benignas, escuras e ásperas Podem aparecer na face e corpo (tronco,  abdome,sob as mamas, coxas e pernas, costas)

Assintomáticas, crescem com o passar do tempo.

De herança genética, não tem a ver com exposição ao sol prévia.

QUERATOSES ACTÍNICAS

Lesões esbranquiçadas ou avermelhadas, ásperas e secas. Podem coças e sangrar.

São lesões pré malignas. Devem ser cauterizadas ou retiradas cirurgicamente no consultório.

CÂNCER DE PELE

Lembra do ABCDE da pele ???

Check up anual com o dermatologista é fundamental para detectar precocemente e tratar.

Como prevenir?

A melhor forma de prevenir boa parte desses problemas é usando o protetor solar frequentemente.
Como tratar??

  • Cremes hidratantes e com clareadores.
  • Radiofrequência para reforçar o colágeno e deixar a pele mais firme e resistente.
  • Laser e eletrocoagulação para retirada de lesões ásperas e escuras, como as queratoses.
  • Pequenas cirurgias para retirada das lesões suspeitas e malignas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *